Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 

 








 

 

 

 

 








 
 

 

 

  Notícias

Inauguração do Monumento aos Combatentes do Concelho de Peniche


Teve lugar em 23 de Março, na cidade de Peniche, a inauguração de um Monumento de Homenagem aos Combatentes, naturais do concelho, promovida pelo Núcleo de Peniche da Liga dos Combatentes, as Juntas de Freguesia e pela Câmara Municipal. As cerimónias alusivas ao evento iniciaram-se com a celebração de uma eucaristia na Igreja de Nossa Senhora da Ajuda e o descerramento de uma placa toponímica com o nome do Combatente João Rosa Barranquinho, em homenagem ao primeiro natural do concelho a tombar em combate, na Guerra do Ultramar. Seguidamente procedeu-se à inauguração do Monumento, localizado na Rua Heróis do Ultramar.


Esta cerimónia contou com a presença das diversas forças vivas da cidade, Núcleos do Oeste da Liga dos Combatentes; do Presidente da Liga dos Combatentes, General Chito Rodrigues; do Sr. António José Correia, Presidente da Câmara Municipal e respectivos vereadores; do Aqrt.º Eduardo Varandas, vogal da Direcção Central da LC; Juntas de Freguesia do Concelho, muitos combatentes e população em geral. Depois de se ter procedido à bênção do Monumento, pelo pároco local, foram lidos, em voz alta, os nomes dos Combatentes homenageados, tendo usado da palavra o Presidente do Núcleo de Peniche da LC, Sr. Joaquim da Silva Jorge, o Arqt.º Eduardo Varandas, na qualidade de autor do projecto, o General Chito Rodrigues, Presidente da Liga dos Combatentes e o Sr. António José Correia, Presidente da autarquia penichense. Antes da proclamação das intervenções foram colocadas três coroas de flores, em honra dos que se bateram pelo País, junto à base do Monumento e guardado um minuto de silêncio.

Das aludidas intervenções, destacamos as palavras do Presidente do Núcleo, referindo-se à inauguração daquele Monumento como um acto de inteira justiça, que tardava em ser concretizado, tendo tal só sido possível, graças ao entendimento e empenho estabelecido entre a Liga dos Combatentes, as Juntas de Freguesia e a Câmara Municipal. As palavras do Arqt.º Eduardo Varandas centraram-se, fundamentalmente, na explicação associada ao simbolismo do Monumento e na evocação de um seu antigo camarada de armas, natural de Peniche, cujo nome figurava numa das lápides constantes daquele Monumento e que tombou em combate, em Angola. O General Chito Rodrigues, num breve, mas sentido, improviso, enalteceu o nome daqueles que deram a vida pela Pátria, frisando que a Instituição Liga dos Combatentes nunca os esquecerá. Dissertou sobre os valores e símbolos nacionais, a solidariedade e apoio mútuo, que fazem parte da matriz identitária da Liga dos Combatentes, ao mesmo tempo que elogiou o trabalho que vem sendo desenvolvido pelo Núcleo, apesar da sua curta existência (três anos), aproveitando também para tecer referências elogiosas ao apoio que lhe tem sido concedido pela Câmara Municipal de Peniche, quer no que diz respeito às actividades desenvolvidas, quer a nível das instalações que gentilmente cedeu para funcionamento da sua sede. O Sr. Presidente da Edilidade encerrou o ciclo de intervenções agradecendo o envolvimento da Liga dos Combatentes no propósito de levar avante a construção do Monumento, elogiando o trabalho desenvolvido pelo Núcleo e reafirmando o seu empenhamento em manter e reforçar o bom relacionamento existente entre as duas instituições.

As cerimónias terminaram com o Hino da Liga dos Combatentes e o Hino Nacional entoado por todos os presentes. Houve depois lugar a um almoço de convívio, num restaurante local, no decorrer do qual usaram, mais uma vez, da palavra o Presidente da LC e o Presidente da CMP. O General Chito Rodrigues abordou a temática dos Programas Estruturantes da LC, designadamente a Conservação das Memórias, referindo como exemplo a transladação do corpo do Soldado desconhecido para a Sala do Capítulo, no Mosteiro da Batalha, onde todos os anos são evocados todos aqueles que se bateram por Portugal, a responsabilidade que cabe à LC, na dignificação dos Monumentos de Homenagem, quer aos Combatentes da Grande Guerra, quer aos Combatentes da Guerra do Ultramar, que se encontram espalhados pelo País, e na Passagem do Testemunho, apelando à inscrição de novos sócios para que a perenidade de uma Instituição secular, como é a Liga dos Combatentes, não fique comprometida por ausência de continuadores. Aproveitou, também, para fazer entrega à Câmara Municipal do Diploma de Sócio Benemérito, com que a DC, decidiu distingui-la pelo desempenho, dedicação e apoio efectivo concedido ao Núcleo de Peniche da LC. O Sr. Presidente da Câmara agradeceu o reconhecimento de tal distinção, acrescentando que esse facto lhe trará responsabilidades acrescidas, no campo “da dimensão social que gravita à volta dos Combatentes”. Nesse sentido, mostrou-se receptivo à realização de algumas conferências sugeridas pelo General Chito Rodrigues, em colaboração com o Núcleo, tendo para o efeito disponibilizado o auditório municipal, desde que tal solicitação seja requerida antecipadamente.

Finalmente, a Direcção do Núcleo decidiu obsequiar todos os convivas com diplomas de presença, bem como a oferta de uma réplica do Monumento às entidades convidadas. As honras militares foram prestadas por uma secção da Escola de Sargentos do Exército, sendo de destacar o brio profissional com que cumpriram a sua função.