Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 

 








 

 

 

 

 








 
 

 

 

  Notícias

Comemorações o Dia do Combatente no dia 9 de Abril na Batalha – Mosteiro de Santa Maria da Vitória


09.04.2015 - Tiveram lugar na Batalha as comemorações do Dia do Combatente, para relembrar os milhares de soldados portugueses que morreram na Batalha de La Lys em terras da Flandres durante a 1ª Guerra Mundial, mas em que os aliados de Portugal venceram essa Guerra contra os alemães.As cerimónias tiveram a participação de altas entidades civis e militares e foram presididas pelo Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas-General Pina Monteiro que se fez acompanhar da Secretária de Estado Adjunta e da Defesa Nacional, Dra. Berta Cabral, do ex-Presidente da República - General Ramalho Eanes, dos Chefes dos três Ramos das Forças Armadas, do Presidente da Câmara e do Presidente da Assembleia Municipal da Batalha, do Presidente da Câmara Municipal de Leiria, do Chefe da Casa Militar da Presidência da República – General Carvalho dos Reis, do Chanceler das Antigas Ordens Militares – General Rocha Vieira, do Bispo das Forças Armadas e de Segurança – D. Manuel Linda, do Presidente da Autoridade Nacional de Protecção Civil – Major- General Rocha Grave, do Presidente do IASFA – Tenente-General Fialho da Rosa, de Adidos de Defesa de vários países amigos e de muitos oficiais generais e superiores das Forças Armadas Portuguesas, membros dos órgãos sociais da Liga (Direcção Central, Conselho Supremo e Conselho Fiscal e muitos Núcleos), além de muitos combatentes e familiares.


O programa teve início com uma missa celebrada na Igreja do Mosteiro que foi celebrada pelo Bispo das Forças Armadas e de Segurança, D. Manuel Linda e acompanhada pelo Coro da Cruz Vermelha Portuguesa com cerca de 60 guiões dos Núcleos da Liga dos Combatentes posicionados dos dois lados dos claustros no interior da Igreja.

Seguiu-se a recepção às entidades convidadas pelo Presidente da Direcção Central da Liga dos Combatentes com as honras militares da formatura perante uma Companhia conjunta dos três Ramos das Forças Armadas, com estandarte Nacional e a Banda da Armada. Discursaram o Presidente da Liga dos Combatentes, General Chito Rodrigues e o Chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, general Pina Monteiro, a que se seguiu o desfile das Forças em parada com a inclusão dos mais de 60 guiões dos Núcleos da Liga dos Combatentes.

As entidades passaram então para o Museu das Oferendas, onde o CEMGFA assinou o Livro de Ouro, com uma dedicatória alusiva ao Dia do Combatente e juntamente com os convidados visitaram o Museu e deslocaram-se depois para a Sala do Capítulo onde estava formado um pelotão para prestar honras militares na deposição de flores de homenagem aos combatentes motos pela Pátria.

Na Sala do Capítulo começou por ser cantado o Hino da Liga dos Combatentes pelo coro da Cruz Vermelha a que seguiu uma alocução pelo orador convidado o Coronel Américo Henriques, sendo depois chamadas as Associações de Combatentes e as entidades convidadas para a deposição das coroas de flores junto ao Tumulo do Soldado Desconhecido que estava enquadrado com 6 cadetes das três Escolas Militares (Escola Naval, Academia Militar e Academia da Força Aérea).

A cerimónia terminou com a Banda da Armada a entoar o Hino Nacional nos claustros do Mosteiro.