Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 

 








 

 

 

 

 








 
 

 

 

  Notícias

Comemoração do 75º Aniversário do Núcleo da Batalha


18.04.2015 - No passado dia 18 de Abril, o Núcleo da Batalha assinalou os seus setenta e cinco anos de vida com várias iniciativas, há muito programadas. Conforme previsto iniciou-se a recepção aos convidados, na sede do Núcleo, onde teve lugar um pequeno beberete, seguido do descerramento de oito pequenos quadros com as fotos dos antigos presidentes, tantos quantos foram os responsáveis pela vida daquela representação local da LC, desde a sua fundação até à actualidade.


Seguidamente a comitiva deslocou-se ao local onde vai ser implantado o futuro Monumento de Homenagem aos Combatentes do concelho da Batalha, junto ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória. Após esta visita de reconhecimento e esclarecimento houve lugar, no Mosteiro da Batalha, a uma Missa de Sufrágio pelos Combatentes falecidos, celebrada pelo capelão militar Luís Morouço, cujas palavras, se revestiram de grande significado para a Liga, para os Combatentes em geral e para os seus associados em particular. Posteriormente, na Sala do Capítulo, homenagearam-se os Combatentes que tombaram ao serviço da Pátria, com honras militares prestadas por uma força do RAL4 e a deposição de uma coroa de flores, junto do Túmulo do Soldado Desconhecido.

Terminada esta cerimónia de homenagem carregada de simbolismo, os convidados, combatentes e familiares dirigiram-se para o Salão Polivalente dos Bombeiros Voluntários da Batalha, local aprazado para a realização de um almoço de convívio, durante o qual foram atribuídos “Testemunhos de Apreço” aos membros do Núcleo, com mais de 25 anos de filiação e se assistiu a alguns momentos de entretenimento e lazer protagonizados pelo Coro Misto do Núcleo e pela Orquestra Juvenil da Banda Filarmónica das Cortes, superiormente dirigidas pelo maestro, Sargento - Ajudante Músico, Ricardo Botelho.

De destacar também a atribuição de um Diploma de Mérito ao Presidente do Núcleo, Sr. Major Licínio Damásio, distinguido pela Direcção Central, devido ao empenhamento e esforço dedicados ao serviço da causa combatente e à consolidação do Núcleo da Batalha, junto da população e das instituições locais.

Estiveram presentes nesta efeméride, o Presidente da Liga dos Combatentes, General Chito Rodrigues, acompanhado pelos Vice-Presidente, General Fernando Aguda, e Vogal Arqt.º Eduardo Varandas, o Presidente da Câmara Municipal da Batalha, Dr. Paulo Santos, uma representante da Junta de Freguesia local, um representante da Base Aérea n.º 5 e o Presidente dos Bombeiros Voluntários locais. Marcaram também presença delegações dos núcleos do Oeste da Liga dos Combatentes, designadamente, Leiria, Peniche, Marinha Grande e Rio Maior, muitos combatentes e suas famílias.

No decorrer da confraternização usaram da palavra o Presidente do Núcleo aniversariante e o Presidente da Liga dos Combatentes. Das aludidas intervenções, o Presidente do Núcleo anfitrião, depois de agradecer a presença das entidades convidadas, e um particular reconhecimento aos Bombeiros Voluntários, na pessoa do seu Presidente, pela disponibilidade demonstrada na cedência das instalações para o momento que estavam a viver, informou os presentes dos objectivos que se colocam a curto prazo, colocando o acento tónico na construção do futuro Monumento de Homenagem aos Combatentes do concelho da Batalha.

Ao usar da palavra, o General Chito Rodrigues destacou o simbolismo atribuído ao descerramento das fotos dos antigos presidentes na sede do Núcleo, como sendo um acto de promoção da história e o reconhecimento de que a Liga dos Combatentes está viva e com futuro. Fez uma abordagem sintética dos Programas Estruturantes, nomeadamente, da Liga Solidária; Passagem do Testemunho; Conservação das Memórias; Cultura, Cidadania e Defesa e Cuidados de Saúde. Apelou ao associativismo, incentivando os presentes a inscreverem-se na Liga, realçando que a instituição LC, quase centenária, está espalhada por todo o território nacional e estrangeiro. Mereceu particular relevo no seu improviso, a presença, em muitos dos nossos Núcleos, de dirigentes que participaram nas operações de paz, como exemplo concreto do programa “Passagem do Testemunho”.

O dia festivo terminou com a abertura do Bolo de Aniversário e o Hino da Liga, entoado pelo Coro Misto do Núcleo com o acompanhamento da assistência presente.