Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 

 








 

 

 

 

 








 
 

 

 

  Notícias

Aljezur – Inauguração de Monumento aos Combatentes da Guerra do Ultramar


29.08.2015 - Decorreu em 29 de agosto a cerimónia de inauguração do Monumento aos Combatentes do Concelho de Aljezur Tombados ao Serviço da Pátria na Guerra do Ultramar. A cerimónia decorreu no jardim que envolve o edifício da Câmara Municipal de Aljezur, local onde ficou implantado o Monumento aos Combatentes.


Participaram na cerimónia de Homenagem, o Chefe do Estado-Maior do Exército – que presidiu, o Presidente da Câmara Municipal de Aljezur, o Presidente da Câmara Municipal de Lagos, o Presidente da Câmara Municipal de Odemira, o Almirante Vice-chefe do Estado-Maior da Armada em representação do Almirante CEMA, o General Comandante-Geral da GNR, Oficiais Generais em representação do General CEMGFA e do Chefe do Estado-Maior da Força Aérea, o Vice-Presidente da Liga dos Combatentes, o Major-General Presidente da Comissão de Honra, o Coronel Américo Guimarães Henriques, o Presidente do Núcleo de Lagoa Portimão da LC, autoridades das Forças de Segurança de Aljezur, autoridades civis e religiosas e delegações dos Núcleos da LC de Lagos, Olhão, São Teotónio, Faro e Vila Real de Santo António familiares dos militares homenageados e muitos Combatentes e suas famílias, estimando-se em cerca de 200 os assistentes a esta cerimónia.

A cerimónia iniciou-se pelas 11h30 com o descerramento do Monumento, posterior bênção religiosa e as alocuções proferidas sucessivamente pelo Coronel Henriques, pelo Presidente do Núcleo de Lagoa Portimão da LC, pelo Major-General Presidente da Comissão de Honra, pelo Vice Presidente da LC e pelo Presidente da Câmara Municipal de Aljezur. As intervenções que ocorreram, embora diversificadas, foram objetivas quanto ao fim em vista: Homenagear Combatentes Tombados na Guerra do Ultramar – em Angola, Guiné, Índia e Moçambique. A finalizar a cerimónia foi lido um poema da autoria de um poeta local sobre o tema: “O Soldado”, poema que constitui parte integrante do Monumento inaugurado, estando nele gravado.

As honras militares foram prestadas por uma força de escalão Companhia, constituídas por dois Pelotões – um da Marinha e outro do Exército, Ramos das Forças Armadas a que pertenciam os 8 Militares homenageados.

A encerrar foram executados saltos de precisão por páraquedistas, transportando a bandeira da LC, da Câmara de Aljezur e a Bandeira Nacional.

Seguiu-se um almoço no salão de festas dos Bombeiros Voluntários de Aljezur, durante o qual foi patente a boa disposição e a salutar confraternização de todos os que nele participaram.