Bem-Vindo à Página Oficial da
Liga dos Combatentes


 

 








 

 

 

 

 








 
 

 

 

  Notícias

Cerimónia de Inauguração do Padrão em Homenagem aos Combatentes da Freguesia da Carregueira do Concelho da Chamusca


27.02.2016 - Em 27 de fevereiro de 2016, na Carregueira, localidade situada no concelho da Chamusca e distrito de Santarém, realizou-se uma Cerimónia de Inauguração do Padrão em Homenagem aos Combatentes desta freguesia. O anfitrião da mesma foi o Presidente de Junta da Freguesia da Carregueira, Joel Nunes Marques, tendo a obra sido construída e suportada financeiramente por esta entidade autárquica. Este autarca teve como apoio direto e permanente o Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes, nomeadamente em toda a estrutura do Guião e sequência do cerimonial militar, para além de todos os contactos e pedidos exteriores efetuados neste âmbito


Joel Nunes Marques, desde o primeiro momento que se dirigiu à Direção do Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes, a propor que se associassem ao Projeto de tão digna, justa e nobre causa, tratando-se de uma pretensão imediata de homenagear todos os seus Combatentes, naturais da sua freguesia, desde logo a resposta foi afirmativa à proposta. Acabando por se consolidar ainda mais as tradicionais boas relações que veem sendo mantidas há várias décadas, entre estas duas entidades. Ficando a dever-se às Romagens que anualmente o Núcleo de Santarém realiza em vésperas do Dia de Finados nos vários cemitérios das localidades pertencentes ao concelho da Chamusca, onde existemm Talhões e Ossários da Liga dos Combatentes. Assim, desde logo se começou a trabalhar neste Projeto a todo o instante numa plena sintonia, mútuo espirito de cooperação, entreajuda e amizade.

O sonho este, tornado realidade no passado dia 27 pelas 10h30. Momento oficial marcado pelo início da Cerimónia de Inauguração desta Obra sustentada por tanta nobreza, simbolismo e grande significado.

No Padrão de Homenagem aos Combatentes da Freguesia da Carregueira, poderá ser observado um Combatente esculpido ao tamanho real de um homem médio, num muro contruído em tijolo burro, tendo este material sido resgatado e aproveitado de outros locais da Junta de Freguesia. Além de se poder ler numa pedra de configuração retangular, contígua ao referido Combatente, a inscrição: “Se Ergueram a Bandeira da Pátria Que a Pátria os Honre”.     

A cerimónia, teve lugar num espaço exterior ao cemitério desta freguesia, a coberto de uma enorme tenda, revestindo-se os seus painéis laterais interiores com redes de camuflagem, procurando criar um ambiente ainda mais envolvente e de alguma semelhança militar. Cobertura esta precavida com alguma antecipação, devido às adversas condições atmosféricas que estariam previstas. A Cerimónia de Inauguração do Padrão em Homenagem aos Combatentes desta autarquia contou com a presença das seguintes Entidades convidadas:

Entidades e Convidados por Precedência, presentes na Cerimónia de Inauguração do Padrão de Homenagem aos Combatentes da Freguesia de Carregueira, Concelho da Chamusca, em 27FEV2016:

- Secretário de Estado da Defesa Nacional, Marcos Perestrello;
- Presidente de Junta de Freguesia da Carregueira, Joel Nunes Marques;
- Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Paulo Queimado;
- Presidente da Assembleia de Freguesia da Carregueira, Elisabete Albuquerque;
- Deputados da Assembleia da República (Patrícia Fonseca - CDS/PP – Santarém; António Gameiro – PS – Santarém e Hugo Costa – PS - Tomar);
- Presidente da Direção Central da Liga dos Combatentes, Tenente-General Joaquim Chito Rodrigues;
- Comandante da Brigada Mecanizada, Major-General, Luís Nunes da Fonseca;
- 2º Comandante da Brigada de Reação Rápida, Coronel Tirocinado de Cavalaria, Pedro Miguel Fonseca Lopes;
- Comandante do Posto Territorial da GNR da Chamusca, 1Sar Ricardo Ramos;
- Comandante dos Bombeiros Voluntários da Chamusca, Rui Saramago;
- Presidente da Câmara Municipal da Barquinha, Fernando Freire;
- Vice-presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Cláudia Moreira
- Vereadores da Câmara Municipal da Chamusca;
- Presidentes de Juntas e União de Freguesias;
- Secretário da Mesa da Assembleia Municipal da Chamusca, António Moreira;
- Deputados da Assembleia Municipal da Chamusca;
- Membros da Assembleia de Freguesia da Carregueira;
- Presidentes dos Núcleos da Liga dos Combatentes: Santarém, Entroncamento, Abrantes, Vila Franca de Xira e Rio Maior.
- Presidentes e Representantes de Associações Locais.

Fizeram também presença cerca de duas centenas de pessoas, a maioria Ex-Combatentes e outros residentes, todos da freguesia da Carregueira que se dignaram deslocar-se até ao local a fim de puderem assistir à tão Nobre Cerimónia da Inauguração do Padrão de Homenagem aos Combatentes da sua Freguesia.

Deu-se início à sequência do Guião Protocolar, devidamente preparado com extremo rigor, por forma a que a conduta cerimonial fosse irrepreensível. Logo após a chegada do Secretário de Estado da Defesa Nacional, Dr. Marcos Perestrello, Alta Entidade que foi recebida, pelo Tenente-General Joaquim Chito Rodrigues, Presidente da Direção Central da Liga dos Combatentes; Major-General Luís Nunes da Fonseca, Comandante da Brigada Mecanizada; Coronel Tirocinado de Cavalaria Pedro Fonseca Lopes, 2º Comandante da Brigada de Reação Rápida; Joel Nunes Marques, Presidente da Junta de Freguesia da Carregueira; Paulo Queimado, Presidente da Câmara Municipal da Chamusca e Sargento-Chefe Carlos Pombo, Presidente do Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes. Após breves minutos, toda a comitiva acabou por se deslocar até junto da Força Militar para esta prestasse as devidas Honras Militares ao Secretário de Estado da Defesa Nacional. Força Militar, constituída por uma Seção de 11 Militares, pertencentes à Brigada Mecanizada, localizada em Santa Margarida, acompanhada também por um Terno de Clarins pertencentes às Banda e Fanfarras do Exército, Militares estes colocados na Brigada de Intervenção Rápida, em Coimbra.

Seguiu-se depois destas honras militares, a bênção do Padrão de Homenagem aos Combatentes. Momento este de cariz religioso, ficando à responsabilidade do Capelão Militar, Tenente José Costa, do Regimento de Engenharia 1, Unidade sediada no Polígono de Tancos.

No decorrer da cerimónia fizeram uso da palavra, pela seguinte ordem protocolar: Presidente da Junta de Freguesia da Carregueira, Joel Nunes Marques; Presidente do Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes, Sargento-Chefe Carlos Pombo, Presidente da Direção Central (Nacional) da Liga dos Combatentes, Tenente-General Joaquim Chito Rodrigues; Presidente da Câmara Municipal da Chamusca, Dr. Paulo Queimado; tendo encerrado as intervenções, o Secretário de Estado da Defesa Nacional, Dr. Marcos Perestrello.
 
O anfitrião, Presidente da Junta da Carregueira, salientou que estava a vivenciar um momento, já ambicionado por si há muito tempo e esta Homenagem aos Combatentes servia também como um marco na ajuda à passagem do testemunho aos jovens, nomeadamente os mais altos valores patrióticos e a devida gratidão ao esforço, espirito de sacrifício, coragem, abnegação e contributo que os filhos daquela terra deram nas várias zonas de conflito em terras distantes, acabando alguns deles até por perder o seu bem mais precioso, a própria vida. Este autarca terminou, afirmando: “Este monumento não apaga a dor dos Combatentes e das suas Famílias, mas é um permanente reavivar da memória de todos, para que tenhamos consciência da necessidade imperiosa de evitar a guerra”. “Que este Padrão aos Combatentes erguido na Freguesia da Carregueira prossiga o propósito de homenagear e imortalizar os combatentes deste País e em particular as duas centenas de Combatentes da Carregueira e do Arrepiado, porque, Se ergueram a bandeira da Pátria, que a Pátria os Honre”.

Carlos Pombo, Presidente do Núcleo de Santarém da Liga dos Combatentes, foi o segundo a ter a palavra. Este enfatizou o facto dos muitos jovens terem regressado após terminadas as suas obrigações militares, com traumas em que muitos deles ainda hoje assim permanecem, merecendo estes a nossa especial atenção, nomeadamente os Deficientes das Forças Armadas e aos que sofrem de Perturbação Stress Pós-Traumático de Guerra.

O Presidente do Núcleo de Santarém aproveitou o momento para “Evocar as Mulheres”, que viram partir os seus entes queridos, maridos, noivos, irmãos, pais, netos e acima de tudo, os seus filhos. Realçando que Elas, longe das várias Frentes de Batalha, desempenharam um papel essencial no moral dos que combatiam. Tendo sido elas próprias, também “Combatentes”. Terminou, com umas palavras dirigidas ao anfitrião do evento, dotado de enorme carga emocional: “Senhor Presidente da Junta de Freguesia da Carregueira, as minhas sinceras felicitações pela sua Obra detentora de enorme Nobreza e Simbolismo feita nesta Freguesia, em que v. Exª Preside. Esperando que o seu exemplo frutifique, em muitas outras terras de Portugal, por forma a homenagearem também os seus próprios Filhos”.

Os discursos que se seguiram, de uma forma geral todos realçaram o respeito, dignidade e valores a termos em nós sempre presente, pelos contributos que os nossos Ex-Combatentes deram e ainda continuam a dar pelo Mundo nas novas missões de Cooperação Técnico-Militares e de Apoio à Manutenção da Paz. Salientando-se também ao elevado significado cívico, ético e patriótico que este género de cerimónias apresentam. Dissertações distintas, mas todas complementares e revestidas do mesmo sentimento, isto é, na justa, sentida e profunda Homenagem aos Combatentes, neste caso, aos oriundos da Freguesia da Carregueira.

A Cerimónia continuou, com a deposição de coroas de flores junto ao Padrão, tendo esta terminado, com o Cerimonial de Homenagem aos Mortos caídos em Combate. Após entoado o Toque de Silêncio, em breves segundos, surgiu o de Homenagem aos Mortos caídos nos Campos de Batalha. Em profundo recolhimento, foram recordados com orgulho e saudade, “aqueles que por Obras Valorosas, se Libertaram da Lei da Morte”.

O Capelão Militar, efetuou uma prece, seguida de um pequeno período de profundo silêncio, em que o seu levantamento foi marcado pelo Toque de Alvorada, significando um Hino de Esperança e Fé na Convição de que o Esforço e Sacrifício dos nossos Combatentes, não fora em Vão. Toda a Cerimónia de Inauguração de Homenagem aos Combatentes da Freguesia da Carregueira, decorreu num ambiente dotado de muita dignidade e de enorme envolvência de sentimento, coesão e respeito, embutido nos mais Altos Valores Pátrios a que os Nossos Combatentes e História e Portugal detém e merecem. Valores estes que todos nós temos por dever moral e cívico, preservá-los, por forma a nunca serem desvalorizados pelas atuais gerações e muito menos esquecidos nas vindouras.

Terminada a Cerimónia de Inauguração e Homenagem, seguiu-se um almoço de confraternização e convívio no Salão do Rancho Folclórico e Etnográfico, pertencente á mesma localidade. No início do almoço, decorreu uma breve apresentação e prova de vinhos da Sociedade Agrícola, Quinta da Atela de Alpiarça, que irá lançar a partir do próximo mês de abril vinhos da região do Tejo, produzidos em vários lotes de qualidade. Ficando disponíveis para comercialização em garrafas e bag in box, ambos rotulados com o símbolo da Liga dos Combatentes.